Lenda de Aracoiaba

Aracoiaba, cidade do Maciço de Baturité, também possui suas lendas, entre elas, a mais conhecida, que resistiu ao tempo e às mudanças culturais, conta a histórias da existência de dois reinos amigos que construíram, entre seus castelos, um elo subterrâneo, que servia de intercâmbio entre eles.
Num de seus castelos, a “Serra da Tamanca”, morava um príncipe garboso e valente, possuidor de grande coração, amado por todos, nobres e plebeus e conhecido por uma invejável coragem.

No outro reino, a “Pedra Aguda”, mais majestoso e rico, vivia uma linda princesa de pele rosada e macia como pêssego, olhos azuis, como pedra de anil e de cabelos dourados a como o trigo tremulando à luz do sol. Adorava os campos em que passeava e colhia perfumadas flores e corria livre a cantarolar maviosas canções de amor. Assim, encantava até os pássaros da “cidade onde os pássaros cantam” e chamava a atenção de todos. Nada ou ninguém ficaria mais seduzido que o próprio Príncipe pois o mesmo nutria desde cedo, em seu coração, um amor por aquela a quem ele aguardava crescer para tomá-la como esposa.

No meio de toda a tranquilidade em que fazia florescer aquele idílio, surge a tenebrosa ameaça de uma guerra. Outros povos queriam invadir os seus domínios. Pela exuberância bélica do exército inimigo era provável que cedo seriam derrotados. E, diante de tamanho perigo, a princesinha angustiada , apela à sua fada Madrinha, que pensando no amor dos dois, imediatamente organiza uma grande festa, à qual todo o reino compareceria para festejar o enlace matrimonial daqueles que se transformariam num exemplo de amor.

No entanto, durante a cerimônia, antes de ser selada a união, aproveitando-se da ocasião, os inimigos atacaram. E a fada madrinha, percebendo a destruição que ocorreria, transformou os Castelos em grandes rochas e os guardiões em estátuas os que de pedra, pondo e fuga os inimigos.
O suntuoso Castelo, onde residia a Princesa, transformou-se em eterna morada dos amantes que, encantada até hoje, sobreviveu na mente das pessoas residentes em Aracoiaba, que é o exuberante Monolito, conhecido como “Pedra Aguda”.

Há ainda os que atribuem à pequeníssima fonte existente no sopé da Pedra Aguda, lágrimas da Princesinha que não param de jorrar, já que seu grande sonho é se ver livre deste encantamento para desfrutar as vantagens de viver ao lado de seu onírico amor.

A suntuosa estrutura de Pedra é marcada por um grande orifício semelhante a um imenso olho, que segundo a lenda, é a entrada do Castelo, e quem conseguir chegar por ele ao interior da Pedra, com certeza, irá desencantar o casal de Príncipes que lá repousa.